Cifose pós-traumática no idoso com osteoporose

Artrose da coluna vertebral
16 de March de 2015
Mulheres e academia | Clínica da Coluna
26 de March de 2015
Mostrar todos

Cifose pós-traumática no idoso com osteoporose

Um milhão de brasileiros vão sofrer algum tipo de fratura este ano por causa da Osteoporose. A doença que atinge dez milhões de pessoas no Brasil, principalmente as mulheres, resulta da carência de cálcio no organismo e a forma mais visível é o jeito de andar curvado de pessoas mais velhas. Segundo o Ministério da Saúde, 1/3 das mulheres entre 60 e 70 anos sofre com a Osteoporose. Esse número sobe para 2/3 entre as mulheres com mais de 80 anos. A oesteoporose é agravada por fatores genéticos e por uma série de problemas relacionados ao estilo de vida como o sedentarismo, alimentação inadequada, fumo, álcool, café em excesso, entre outros. As fraturas decorrentes da osteoporose comprimem os ossos frontais da coluna vertebral, resultando num aumento anormal da curvatura da espinha torácica provocando a cifose, popularmente chamada de corcunda. Para melhorar a dor, muitas vezes intensa, pode-se usar mão da  cifoplastia, procedimento minimamente invasivo que proporciona alívio quase imediato. A técnica permite a correção da deformidade. A cifoplastia é normalmente realizada com anestesia local,  com a ajuda de imagens de raio-x em tempo real – um processo chamado fluoroscopia, onde o médico utiliza-se de um balão para corrigir a deformidade vertebral após  inflado. Ao se encher, o balão alavanca as porções do osso, que caíram ao quebrar, colocando-as de volta às suas posições originais. O objetivo é fazer a vértebra retornar à sua forma natural. O balão é, então, esvaziado e retirado, deixando em seu lugar uma cavidade, que o médico preenche com cimento ósseo de secagem rápida.

Consulte um especialista e acabe com a sua dor! (51) 3325.2121 Dr.Jorge Schreiner | Clínica da Coluna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *