CORRELAÇÃO ENTRE ALTERAÇÕES LOMBARES E MODIFICAÇÕES NO ARCO PLANTAR EM PACIENTES COM QUEIXAS DE DOR LOMBAR

ESCOLA DE COLUNA PARA PACIENTES COM LOMBALGIA: ABORDAGEM INTERDISCIPLINAR
28 de March de 2016
EXERCÍCIOS NA GESTAÇÃO PREVINE HIPERTENSÃO
28 de March de 2016
Mostrar todos

CORRELAÇÃO ENTRE ALTERAÇÕES LOMBARES E MODIFICAÇÕES NO ARCO PLANTAR EM PACIENTES COM QUEIXAS DE DOR LOMBAR

Ao longo da evolução, a postura e suas anomalias estão ligadas ao homem, que paga alto preço por sua posição bípede, embora tenha suas ações diárias dependentes desta condição. As desvantagens incluem sobrecarga sobre a coluna vertebral e membros inferiores, dificuldades comparáveis na respiração e também no transporte do sangue para o cérebro. As curvaturas fisiológicas da coluna vertebral são adaptações que permitem a bipedestação e a deambulação. Essas são influenciadas por fatores hereditários, condições patológicas, estado mental do indivíduo e a forças às quais a coluna está sujeita diariamente. Durante as atividades diárias, alterações da mecânica articular modificam essas cargas impostas sobre aos tecidos músculo-esqueléticos, aumentando o risco de aparecimento de disfunções ortopédicas. Desta forma, considerando a interdependência entre as articulações dos membros inferiores (MMII) e a coluna, alterações presentes em uma dessas estruturas têm consequência no funcionamento da outra. A literatura sugere ainda que as alterações posturais tenham contribuições na dor lombar, causada pela sobrecarga aplicada ou sustentada por um longo período, resultando em estresse acumulativo dos tecidos.
As alterações na curvatura lombar, como diminuição (retificação lombar) ou aumento (hiperlordose lombar) podem desencadear quadro álgico. Como mencionado anteriormente, frente à interdependência estrutural, uma alteração dessa curvatura pode estar correlacionada com o aumento ou diminuição do arco plantar. O pé é um importante elemento para a estrutura corporal, principalmente para o sistema postural, pois é meio de união com o solo e, com isso, tem que se adaptar às irregularidades vindas do próprio corpo ou do meio externo. Alterações nos pés podem ser responsáveis por causar desequilíbrios posturais, pois eles se ajustam aos desequilíbrios vindos de estruturas suprajacentes ou podem ao mesmo tempo apresentar uma vertente causativa e outra adaptativa. Aproximadamente 80% da população geral têm alterações nos pés, que podem muitas vezes ser corrigidas a partir de uma avaliação adequada. Para tanto é necessário saber se os pés estão sofrendo ou gerando alterações.

Agende consulta com médico especialista e acabe com a sua dor. Clínica da Coluna Protrauma | Dr. Jorge Schreiner |Dr. Lucas C. Zanetti (51) 3325.2121

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *