Dor Lombar. Medicamento não deveria ser a primeira opção.

Lombalgia e Depressão
4 de December de 2019
O sucesso do tratamento multidisciplinar nas clínicas de fisioterapia
9 de December de 2019
Mostrar todos
Em revisão dos estudos realizados entre 1990 e 2016 em 195 países, pesquisadores chegam a conclusão de que ainda hoje, a maioria dos pacientes com dor lombar recebem o tratamento errado quando procuram um especialista. Na análise dos pesquisadores a primeira opção de tratamento deveria ser a indicação de um programa de reeducação postural, exercícios específicos para a reabilitação da coluna e a manutenção da rotina diária.
.
O que na prática ainda não acontece, já que a maioria dos pacientes volta para a casa com medicamentos e a indicação de pararem de trabalhar, mesmo assistindo novas diretrizes direcionando para o lado oposto.
.
De acordo com as últimas pesquisas, a dor lombar agora se consolidou como a principal causa de incapacidade no mundo, e de afastamento do trabalho. E segundo as pesquisas a expectativa é de que aumente ainda mais nas próximas décadas, em particular em países de baixa e média renda, em que os sistemas de saúde são frágeis para lidar com a condição.
.
Neste sentido, acompanhando o aumento da expectativa de vida da população, e todas as incapacidades que podem ir se acumulando com as diversas doenças e tratamentos que surgem ao longo do tempo, torna-se prioritário colocar em pauta um plano de prevenção do bem-estar destes indivíduos, bem como a garantia de uma vida longa, mas com qualidade, saúde e independência funcional.
.
A Clínica Coluna Porto Alegre desde 2016 já trabalha com um “Programa de prevenção e tratamento para pacientes com dor lombar”. No sentido não apenas de tratar, mas orientar e preparar esses indivíduos para viver uma vida longa, com saúde, independência, mas principalmente sem dor.
.
Clínica Coluna Porto Alegre. (51) 99944.5703. www.colunaportoalegre.com.br
.
Saiba mais sobre os resultados do Programa de reabilitação da Clínica Coluna Porto Alegre, na matéria da ZH: https://www.google.com/search?q=menos+medicamentos+e+mais+terapias+alternativas&oq=menos&aqs=chrome.1.69i57j69i59j0l4j69i60j69i61.2505j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *